O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, entregou carta de renúncia ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao ministro da Economia, Paulo Guedes. Novaes dá a entender que não é a pessoa mais indicada para comandar o BB, que “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.