Terrorismo: Militar preso por financiar atos anti democráticos foi rastreado via Pix

Foto reprodução

O subtenente do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro Roberto Henrique de Souza Júnior (foto), de 52 anos, preso nesta segunda-feira (16), suspeito de organizar e financiar bloqueios nas rodovias em Campos dos Goytacazes (RJ) após o resultado das eleições, foi localizado pela Polícia Federal através da chave Pix.

De acordo com as investigações, o subtenente teria realizado transferências de valores para financiar grupos bolsonaristas. Entretanto, a PF acredita que o bombeiro militar não seja a ponta do esquema, mas um “laranja”.

De acordo com informações do Portal da Transferência, o salário bruto do subtenente é de R$ 16,432.04.

Na manhã de hoje, a Polícia Federal deflagrou a Operação Ulysses, que mira suspeitos de ligação com atos antidemocráticos após os segundo turno das eleições, incluindo os do último dia 8, quando extremistas invadiram as sedes dos Três Poderes.

A investigação foi aberta com objetivo de identificar pessoas que lideraram bloqueios em rodovias em Campos dos Goytacazes (RJ), organizaram manifestações em frente a quartéis do Exército na cidade fluminense e financiaram os atos anti democráticos que ocorreram em Brasília.

O Antagonista

LBV Campanhas
DN_Service_Movel
Casa Durval Paiva
Radios_Online_Fixo
Guedes-Motos
Anuncie Aqui
Eduardo-Auto-Pecas
Casa Durval Paiva_Fixo
Pagode & Cia_Lateral
Drogaria Betesta
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
RadiosNet_Fixo
MiniprecoFixo
HSHOT_500
Copiadora-Miranda_Banner_B
JM-VARIEDADES
Ediuny_Oliveira_Live
Show da Manha
AlphaColor_Lateral
CX_Radios_Fixo
OpticaEmporio
Almoçando com Musicas
Radio_Box_Fixo
DN_Servicos_Fixo_2
Cartão
MercadinhoDeusProvera
App