Politica: PT escala Marina e Alckmin na busca pelo voto evangélico na reta final da campanha

Foto reprodução

A menos de dez dias das eleições, a campanha do candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai intensificar o movimento em busca do voto evangélico, segmento no qual o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem ampla vantagem. A ex-ministra Marina Silva (Rede), que declarou apoio público ao petista, e o candidato a vice Geraldo Alckmin (PSB) serão escalados para atrair esses eleitores religiosos.

Marina é evangélica e é identificada como alguém com grande respeitabilidade entre o segmento. Alckmin é católico praticante, mas também foi designado para atrair esses eleitores. A campanha está traçando possíveis programações para os dois nos próximos dias, de acordo com o pastor presbiteriano Luís Sabanay, que coordena o núcleo de evangélicos da sigla.

Com foco nos colégios eleitorais mais representativos do País, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro serão prioridades também do Comitê. O objetivo da campanha não é, no entanto, reverter os índices, mas reduzir a distância.

O foco na busca pelos votos continua sendo, essencialmente, a mulher evangélica, maior parte negra e periférica, que cuida do lar e da família, que rejeita a pauta armamentista por preservar a segurança dos filhos e temer a violência dentro de casa e que sente diariamente as consequências da crise econômica – temas que contrastam, justamente, com o perfil do principal adversário na corrida presidencial.

Estadão

DN_Service_Movel
WebRadio_APP
LBV Campanhas
HSHOT_500
Radio_Box_Fixo
CX_Radios_Fixo
Anuncie Aqui
Radios_Online_Fixo
DN_Servicos_Fixo_2
OpticaEmporio
Cartão
JM-VARIEDADES
RadiosNet_Fixo
MiniprecoFixo
CX_Radio_Fixo
Banner 87
App
Eduardo-Auto-Pecas
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Copiadora-Miranda_Banner_B
Ediuny_Oliveira_Live
Show da Manha
Drogaria Betesta
Guedes-Motos
MercadinhoDeusProvera