Politica: Prefeito do RN prova que renunciou por ser ameaçado e consegue voltar ao cargo

Foto reprodução – Justiça do RN aceita pedido de retorno ao cargo de prefeito que alegou renunciar após ser coagido por vice.

A desembargadora Maria Zeneide Bezerra, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, determinou o retorno de Francisco Damião de Oliveira, conhecido por “Marcelo”, ao cargo de prefeito de João Dias, cidade do Alto Oeste Potiguar. A notícia é da Tribuna do Norte.

“Marcelo” tinha renunciado ao mandato nos primeiros meses do mandato e conseguiu provar na Justiça que tomou a decisão sob coação moral e ameaças de morte de familiares. O assunto, inclusive, foi destacado na época pelo Jornal das 6, da 96 FM. Ele tinha dito que renunciou por questões de saúde.

“O autor foi eleito pelo voto popular e o exercício do cargo foi interrompido por suposta ilegalidade, além do mais, não se deve deixar de lado o fato de que, efetivamente, o mandato está se exaurindo dia a dia, o que pode causar grandes prejuízos ao Recorrente e a edilidade, ao se submeterem a aguardar o trânsito em julgado da sentença, pois o cargo está sendo exercido por pessoa envolvida, supostamente, no ilícito ora narrado”, argumentou a magistrada.

O prefeito reassumiu o cargo sob forte proteção policial no ultimo dia (26) de Outubro, em meio a protestos da prefeita Damária Jácome, que era a vice e assumiu o cargo com a renúncia. Ela tem familiares envolvidos com o mundo do crime, inclusive, dois deles, morreram em confronto com a Polícia Civil da Bahia em outubro do ano passado.

Com informações da Tribuna do Norte e Cidadão 190.

CompreBem_Movel
Elias_Raio_X_Movel
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
App
Anuncie Aqui
OpticaEmporio
JM Variedades_Niver_1
Radios_Online_Fixo
MercadinhoDeusProvera
DN_Servicos_Fixo_2
Radio_Box_Fixo
Guedes-Motos
JM-VARIEDADES
Banner 87
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Drogaria Betesta
Show da Manha
RadiosNet_Fixo
Cartão
Copiadora-Miranda_Banner_B
HSHOT_500
MiniprecoFixo
CX_Radios_Fixo
Ediuny_Oliveira_Live
Eduardo-Auto-Pecas