Politica: Lula tenta evitar erros de Dilma e Bolsonaro nas eleições do Congresso

Foto Rafaela Felicciano/Metrópoles

O fortalecimento de uma base de apoio parlamentar está sendo levado tão a sério pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que ele está abrindo mão dos tradicionais recados nas entrelinhas da política e sendo explícito no apoio às reeleições de Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Câmara e de Rodrigo Pacheco (PSD-MG) para a do Senado.

Na primeira reunião ministerial na nova gestão federal, na última sexta (6/1), Lula chamou a imprensa para registrar seu discurso inicial, citou nominalmente os presidentes das duas Casas do Congresso e cobrou de sua equipe que trate bem todos os parlamentares: “É preciso que a gente saiba que é o Congresso que nos ajuda. Nós não mandamos no Congresso, nós dependemos do Congresso e, por isso, cada ministro tem que ter a paciência e a grandeza de atender bem cada deputado, cada deputada, cada senador, cada senadora”, afirmou o petista.

Lula se preocupa porque, mesmo após ter acomodado em seus ministérios integrantes de partidos que não o apoiaram desde o início da campanha, como MDB, PSD e União Brasil, o governo ainda tem uma base insuficiente para lhe dar conforto, sobretudo em casos de Propostas de Emenda à Constituição (PECs) e eventuais ameaças de impeachment.

Leia mais
LBV Campanhas
WebRadio_APP
AnuncieAqui_Movel
CX_Radios_Fixo
Radio_Box_Fixo
Cartão
AlphaColor_Lateral
RadiosNet_Fixo
DN_Servicos_Fixo_2
Casa Durval Paiva_Fixo
Almoçando com Musicas
Anuncie Aqui
Show da Manha
MercadinhoDeusProvera
HSHOT_500
JM-VARIEDADES
Drogaria Betesta
Radios_Online_Fixo
Eduardo-Auto-Pecas
Guedes-Motos
Ediuny_Oliveira_Live
Pagode & Cia_Lateral
App
Copiadora-Miranda_Banner_B
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
MiniprecoFixo
OpticaEmporio