Politica: Entenda o processo que pode cassar mandato de Rogério Marinho por abuso de poder econômico e político

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador eleito Rogério Marinho (PL) terá uma longa batalha jurídica para seguir no mandato que deve assumir em 1º de fevereiro de 2023. Pesa contra ele uma série de acusações de abuso de poder econômico e político utilizando a máquina pública federal nas eleições deste ano.

Ação de 57 páginas é movida pelo ex-prefeito do Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), que ficou em segundo lugar nas eleições deste ano para a vaga potiguar no Senado.

Rogério já tem o nome envolvido em escândalos como “Tratoraço” e o orçamento secreto nos tempos em que ele era ministro do desenvolvimento regional. Foi justamente esses dois casos que fundamentam a ação assinada pelo advogado Erick Pereira.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) se sustenta em cinco eixos:

(1) Destinação de verbas em maior proporção aos municípios ligados ao Investigado;

(2) Abuso de poder vinculado ao MDR, atuando como se Ministro ainda fosse frente à inauguração de obras, para angariar apoio político;

(3) Uso do MDR para autopromoção mesmo após deixar a pasta;

(4) Favorecimento de recursos para municípios do RN resultante em posterior apoio político;

(5) Discurso ameaçador de seu aliado político, intimidando cidadãos a votarem no investigado.

Leia mais
Almoçando comMusicas
CompreBem_Movel
DN_Service_Movel
HSHOT_500
RadiosNet_Fixo
Drogaria Betesta
Guedes-Motos
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
OpticaEmporio
Radio_Box_Fixo
Copiadora-Miranda_Banner_B
JM-VARIEDADES
Banner 87
Show da Manha
Radios_Online_Fixo
App
Cartão
CX_Radio_Fixo
MiniprecoFixo
CX_Radios_Fixo
Anuncie Aqui
Eduardo-Auto-Pecas
MercadinhoDeusProvera
Ediuny_Oliveira_Live
DN_Servicos_Fixo_2