Politica: Bolsonaro decidirá na reta final de mandato se sanciona reajustes a servidores públicos

Foto reprodução

Na reta final de seu mandato na Presidência da República, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem, nos próximos dias, mais de uma dezena de projetos na sua mesa para decidir se os sanciona ou os veta.

Alguns dos principais casos se referem a reajustes salariais a diversas categorias do serviço público com impacto bilionário aos cofres públicos.

Nesses casos, em tese, Bolsonaro não é obrigado a tomar uma decisão, já que as propostas acabaram de chegar ao Palácio do Planalto para a sanção. O prazo se encerra só em meados de janeiro.

O presidente, porém, pode assinar os aumentos para não deixar o gesto a seu sucessor, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Estão na Presidência da República os projetos de lei que concederam reajustes aos servidores da Câmara dos Deputados, da Defensoria Pública da União, do Tribunal de Contas da União, do Senado Federal, do Ministério Público da União e do Supremo Tribunal Federal.

Somados, esses projetos têm impacto fiscal de mais de R$ 3,4 bilhões nos próximos anos. Só os reajustes da Câmara e do Senado têm impacto de quase R$ 2 bilhões.

CNN 

Eduardo_Auto_Pecas_Movel
Copiadora_Miranda_Movel
LBV Campanhas
Casa Durval Paiva_Fixo
AlphaColor_Lateral
RadiosNet_Fixo
MercadinhoDeusProvera
Cartão
Anuncie Aqui
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Radios_Online_Fixo
CX_Radios_Fixo
HSHOT_500
Pagode & Cia_Lateral
Ediuny_Oliveira_Live
MiniprecoFixo
DN_Servicos_Fixo_2
Almoçando com Musicas
Eduardo-Auto-Pecas
Guedes-Motos
Copiadora-Miranda_Banner_B
OpticaEmporio
Radio_Box_Fixo
JM-VARIEDADES
App
Show da Manha
Drogaria Betesta