Policia: Mulher que foi estrangulada, morta e enterrada nua em terreno; vizinho é preso

Foto divulgação\editada

O homem que estrangulou uma jovem de 25 anos e enterrou corpo da vítima em um terreno a três quarteirões da casa dela, em Canguaretama, no litoral Sul potiguar, era vizinho da vítima há menos de uma semana.

A informação foi confirmada nesta sexta-feira (2) pelo delegado da Polícia Civil no município, José Carlos, responsável pela investigação do crime. Embora o suspeito seja da cidade, só estava morando há três dias na casa vizinha à da vítima.

O homem foi preso na noite de quinta-feira (1), confessou o crime e levou os policiais até a cova rasa onde havia enterrado o corpo de Jéssica Maria Rodrigues da Silva, de 25 anos.

Leia também: Policia: Mulher é morta e enterrada pelo vizinho em Canguaretama.

O assassinato chocou a família da vítima e os moradores da cidade. Mãe de Jéssica, a dona de casa Maria de Fátima da Silva Rodrigues, se emocionou ao falar sobre a filha e pediu Justiça.

“Minha filha era uma pessoa amável, maravilhosa, todo mundo gostava dela. Todo mundo fazia amizade com ela por onde ela passava É isso que eu tenho a dizer. Uma pessoa doce. Ela era uma menina assim. Infelizmente aquele monstro acabou com a vida dela. A minha filha não merecia isso não. Não merecia de jeito nenhum”, disse, emocionada, a mãe da jovem, a dona de casa Maria de Fátima da Silva Rodrigues.

Segundo a polícia, o caso aconteceu entre a noite da quarta-feira (31) e a madrugada da quinta-feira (1) e é investigado inicialmente como latrocínio – que é o roubo com resultado de morte – porque o criminoso levou vários objetos que pertenciam a Jéssica.

O delegado também pediu exames do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) para confirmar se a mulher foi vítima de estupro. O corpo foi encontrado sem roupas, envolto em um lençol.

Segundo os investigadores, o suspeito, que tem 20 anos, entrou na casa da vítima para roubar objetos de valor. O jovem disse em depoimento que encontrou Jéssica falando com outra pessoa ao telefone. Ela já estaria sem roupas.

“Ele disse que estava devendo em uma boca de fumo, estava precisando de dinheiro, motivo pelo qual ele foi até a casa da Jéssica – era uma casa vizinha da outra. Ele se escondeu atrás da porta, colocou uma camisa sobre a sua cabeça e, segundo ele, quando ela percebeu que havia alguém ali a camisa caiu de sua cabeça. Ele disse que ficou com medo, porque ela o reconheceu e iria denunciar à polícia, e à matou”, afirmou o delegado.

g1

SuperMercado-Cavalcante
Copiadora_Miranda_Movel
WebRadio_Site_Movel
RadiosNet_Fixo
Ediuny_Oliveira_Live
DN_Servicos_Fixo_2
Banner 87
MercadinhoDeusProvera
Radio_Box_Fixo
Guedes-Motos
Eduardo-Auto-Pecas
MiniprecoFixo
Copiadora-Miranda_Banner_B
Anuncie Aqui
OpticaEmporio
CX_Radios_Fixo
Radios_Online_Fixo
Drogaria Betesta
Cartão
JM-VARIEDADES
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
HSHOT_500
App