Guamare News

PMDB entrega os cargos e rompe segunda-feira com o Governo Rosalba e os Democratas

Foto reprodução
O PMDB
promove segunda-feira, 26, os últimos atos da operação de desembarque do
governo Rosalba Ciarlini. Ocupantes de cargos comissionados indicados pelo
Senador Garibaldi Filho deverão entregar seus cargos e o presidente estadual da
legenda, Henrique Alves, deverá anunciar oficialmente o rompimento.
O
script está pronto e vem sendo seguido à risca. Primeiro, foi a Juventude do
PMDB que lançou o nome do deputado estadual Walter Alves para a disputa da
sucessão da governadora Rosalba Ciarlini. Depois de negar que é pré-candidato
ao governo, o deputado defendeu o rompimento sob alegação de que a governadora
não atendeu às expectativas. Nelter Queiroz e Hermano Morais também afirmaram
que o rompimento era questão de dias.
Como um
roteiro muito bem escrito, o secretário estadual de Trabalho e Assistência
Social, o garibaldista Luiz Eduardo Carneiro Costa, anunciou que se sente desconfortável
e que pediu audiência à governadora para entregar o cargo. O encontro está
marcado para esta segunda-feira.
Ele
deverá ter o gesto imitado por Getúlio Batista, que dirige a Fundac e Fernando
Dinoá que dirige a Potigás.
Em
seguida, Henrique Alves anunciou que é homem de partido e que não pode ficar
contra a vontade das bases do partido. Se o partido cansou, Henrique não irá
remar contra a maré.
Como a
governadora desanda a cada dia, nada mais cômodo para Henrique do que alegar
agora que o Rio Grande do Norte de que ele tentou ajudar o governo que não se
deixou ajudar.
Discurso
pronto, faltam agora apenas a entrega dos cargos e o anúncio final. Henrique
deverá dizer que o PMDB continuará ajudando o Rio Grande do Norte, mas que não
tem qualquer aliança eleitoral com a governadora e o Democratas.
O
ministro e senador licenciado Garibaldi Filho deverá lembrar que ajudou a
eleger Rosalba Ciarlini senadora e governadora mas que há muito defende o
rompimento.
Henrique
dirá que não votou em Rosalba e que decidiu apoiar administrativamente a
governadora para ajudar o Rio Grande do Norte.

Roteiro perfeito. Tudo pronto. Resta saber se o do Rio Grande do Norte
entenderá que o PMDB não tem responsabilidade alguma pelo desastre
administrativo e o caos nos serviços públicos que imperam no Estado há quase
três anos.

Fonte:Montanhas
em Ação

Comente!!! Participe de nosso blog!!!