Saúde: Farmácia Popular é retomada e 29 cidades do RN podem solicitar credenciamento

📸 Advogacia Geral de União

No Rio Grande do Norte, 29 municípios podem solicitar credenciamento de unidades do programa Farmácia Popular. A iniciativa foi retomada pelo Governo Federal  nesta quarta-feira (7) com a expansão da oferta de remédios e o credenciamento de novas unidades. Ao todo, 811 cidades poderão solicitar unidades em todas as regiões do país, sendo 94,4% delas no Norte e Nordeste. Com as novas habilitações que serão abertas, o esperado é que a iniciativa passe a contemplar 5.207 municípios do país, equivalente a 93% do território nacional.

De acordo com o Ministério da Saúde, a saúde da mulher terá prioridade, uma vez que serão disponibilizados gratuitamente medicamentos indicados para o tratamento de osteoporose e contraceptivos. Antes eles eram oferecidos pelo Farmácia Popular com preços mais baixos (50% de desconto) e agora passam a integrar o rol de gratuidade, junto a outras medicações.

Os beneficiários do Bolsa Família, em especial, terão acesso a todos os medicamentos disponíveis no programa – são 40 para o tratamento de diversas doenças. Para retirar, basta o usuário ir até a farmácia credenciada e apresentar a receita médica, documento de identidade e CPF. O reconhecimento do vínculo do beneficiário ocorrerá automaticamente pelo sistema, não sendo necessário cadastro prévio.

Além das mulheres e do público assegurado pelo Bolsa Família, a Farmácia Popular também irá facilitar o acesso de medicamentos à população indígena aldeada. Para evitar o deslocamento dessa população, será nomeado um representante de comunidade responsável por retirar os medicamentos indicados, sem necessidade de ter um CPF para ser atendido. Essa iniciativa entrará em prática em um projeto piloto no território Yanomami, em Roraima.

Entenda o histórico do Farmácia Popular no Brasil 

O Programa Farmácia Popular do Brasil foi criado em 2004 como uma ação complementar de assistência farmacêutica no SUS. Inicialmente, foram ofertados medicamentos com preços mais baixos. Em 2006, na primeira expansão do programa, o Ministério da Saúde fechou parceria com as farmácias e drogarias da rede privada, instituindo a modalidade “Aqui Tem Farmácia Popular”.

A partir de 2011, o programa começou a ofertar à população medicamentos gratuitos indicados para o tratamento de hipertensão, diabetes e asma, por intermédio da estratégia “Saúde Não Tem Preço”. Outros tratamentos continuaram a ser ofertados em formato de copagamento – com até 90% de desconto.

Em 2016, a iniciativa chegou ao marco de quase 35 mil farmácias credenciadas atendendo mais de 22 milhões de brasileiros. Contudo, nos últimos anos, com a redução do número de municípios com unidades habilitadas, cerca de 2 milhões de brasileiros deixaram de ser atendidos pelo Farmácia Popular.

Hoje o Farmácia Popular do Brasil disponibiliza medicamentos gratuitos para o tratamento de diabetes, asma e hipertensão, e a partir de agora, também para osteoporose e anticoncepcionais. O programa também oferece medicamentos de forma subsidiada para dislipidemia, rinite, doença de Parkinson, osteoporose, glaucoma, anticoncepção e fraldas geriátricas. Ao todo, a iniciativa contempla o tratamento para 11 doenças.

Tribuna do Norte

Eduardo_Auto_Pecas_Movel
📸 reprodução

A Polícia Militar (PM) afastou os policiais que amarraram os pés e as mãos de um homem suspeito de furtar um mercado na Zona Sul de São Paulo, no domingo (4). Os agentes também arrastaram o homem pelo chão e o jogaram numa maca antes de levá-lo para um carro da PM. As imagens são fortes e podem ser vistas no vídeo acima. Um inquérito foi aberto para apurar a conduta dos agentes de segurança.

O caso aconteceu na Vila Mariana, e parte da situação foi filmada. Segundo o boletim de ocorrência, três pessoas participaram de um “arrastão” para furtar alimentos de um mercado.

O homem que foi filmado com os pés e as mãos amarrados por uma corda foi encontrado com duas caixas de chocolate. Ele tem 32 anos.

Por meio de nota, a Polícia Militar disse que a conduta dos agentes não é compatível com o treinamento e com os valores da instituição. Por este motivo, um inquérito para apurar a conduta dos policiais envolvidos no caso foi aberto.

A PM também afirmou que os policiais foram afastados das atividades operacionais, uma vez que as ações gravadas “estão em desacordo com os procedimentos operacionais padrão da instituição”.

Em relação ao homem que aparece no vídeo, a polícia disse que ele foi preso em flagrante por furto. Além dele, um adolescente foi apreendido e um outro homem foi preso.

A Prefeitura de São Paulo disse que solicitou a investigação dos fatos nos termos da legislação em vigor.

Veja vídeo:

O caso

De acordo com o boletim de ocorrência, o funcionário do mercado contou que três pessoas entraram no comércio na Zona Sul por volta das 23h30 de domingo e levaram produtos. O rapaz indicou as roupas dos suspeitos e para onde eles teriam corrido.

👇

Leia mais
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
📸 reprodução

Pivô da revelação de que um grampo foi instalado ilegalmente na cela do doleiro Alberto Youssef no início da Lava Jato, o delegado da Polícia Federal Mario Renato Castanheira Fanton virou desafeto da operação e agora tem obtido vitórias na Justiça, com decisões que apontam que foi vítima de arbitrariedades.

Ele tinha sido processado em uma série de ocasiões, inclusive em denúncia apresentada pela força-tarefa do Ministério Público Federal no Paraná, em 2019.

Com a maior parte dos processos extintos, o delegado passou a acionar a União para receber indenização sob a justificativa de que sofreu abusos morais.

Fanton já foi beneficiado em dois processos de juizados especiais federais contra a União.

Uma das decisões condenou a União ao pagamento de R$ 66 mil, sob a justificativa de que, além da série de processos dos quais foi alvo, teve obstáculos para apresentar a sua defesa neles.

O juiz responsável entendeu que houve “gravíssimos” abusos contra o delegado. Fanton ganhou decisão favorável no ano passado e a União recorreu. Neste mês, a 8ª turma recursal de São Paulo negou o recurso contra ele, em decisão unânime.

O juiz federal Ricardo Geraldo Rezende Silveira disse em seu voto que “inúmeras condutas foram perpetradas à margem da lei e que tais ilegalidades e arbitrariedades cometidas impingiram ao autor danos de variada ordem, todos relacionados a seu vínculo institucional e em decorrência de sua atuação profissional”.

👇

Leia mais
AnuncieAqui_Movel
📸 divulgação PRF (RN)

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na tarde desta terça-feira (06/06), no agreste potiguar, 229 quilos de lagosta pescada irregularmente.

No início da tarde desta terça-feira, no km 61 da BR 406, em Jandaíra/RN, foi detido um homem de 57 anos, condutor de uma S10 cinza, transportando 229 quilos de lagosta viva pescada ilegalmente, acondicionadas em caixas térmicas. A mercadoria seguia de porto do mangue/RN para a cidade de Touros/RN e não possuía nenhum documento fiscal.

Este flagrante de crime ambiental acorreu na Semana Nacional do Meio Ambiente, na qual a PRF reforça a necessidade de preservação dos recursos naturais e da biodiversidade. A ocorrência foi encaminhada para o IBAMA em Natal/RN.

Assecom/PRF(RN)

WebRadio_Site_Movel
📸 PC/ASSECOM

Policiais civis da 60ª Delegacia de Polícia (DP de Pendências) deram cumprimento, nesta quarta-feira (07), a um mandado de busca e apreensão em uma pousada localizada no Centro do município de Pendências. No local, foram encontradas e apreendidas porções de maconha e de “crack”, assim como dinheiro fracionado.

O material estava na posse de Ítalo Lafaerte da Silva Lino, 26 anos, que foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Ele foi encaminhado para o sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

PC/ASSECOM

WebRadio_Site_Movel
📸 divulgação CPRE

O Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), por meio da Seção Lei Seca, realizou na noite da terça-feira (6) e início da madrugada desta quarta-feira (7), blitzen simultâneas em áreas distintas da zona norte de Natal.

Os pontos de bloqueio foram montados na Avenidas Conselheiros Tristão, João Medeiros Filho, como também no bairro Soledade, culminando com a prisão em flagrante de quatro pessoas, sendo dois homens e duas mulheres por se encontrarem dirigindo em estado de embriaguez, além da autuação administrativa de outras quatorze pessoas por misturar álcool e direção.

Ponta Negra News

Ediuny_Oliveira_Movel
📸 Eduardo Paganella/RBS TV

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul cumpre 403 mandados de busca e apreensão, na manhã desta quarta-feira (7), no Rio Grande do Norte, Distrito Federal e outros 21 estados brasileiros contra uma organização criminosa investigada por lavagem de dinheiro obtido com o tráfico de drogas.

Na lista de bens que serão apreendidos estão: 187 veículos, sete embarcações e nove aeronaves, o que soma R$ 43 milhões. Quatro mandados de prisão preventiva estão sendo cumpridos no Mato Grosso do Sul. A polícia ainda averigua a situação de 42 imóveis usados pelo grupo criminoso.

A Polícia Civil prendeu, até agora, uma pessoa preventivamente no Mato Grosso do Sul e três em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo no Rio Grande do Sul, em Minas Gerais e no Mato Grosso do Sul. Além disso, houve a apreensão de R$ 1 milhão em dinheiro no Mato Grosso do Sul.

A Operação “Fim da Linha – do Oiapoque ao Chuí” é a quarta etapa de uma investigação iniciada ainda em 2021 e conta com o apoio de 1,3 mil policiais.

No Rio Grande do Sul, os municípios de Barra do Quaraí (13 mandados) e de Uruguaiana (6 mandados), ambos localizados na fronteira com a Argentina, são os locais com o maior número de ações judiciais a serem cumpridas.

Na região, de acordo com a Polícia Civil, o principal alvo é uma rede de supermercados suspeita de envolvimento com a lavagem de dinheiro. A empresa teria recebido dinheiro de duas empresas e de uma pessoa física do Mato Grosso do Sul.

A investigação envolve suspeita de lavagem de dinheiro, que seria feita por organizações criminosas relacionadas ao tráfico de drogas não apenas no Rio Grande do Sul, mas também em outros estados, incluindo organizações com base na Região Sudeste.

Como a investigação começou

A Operação “Fim da Linha” começou a partir de investigações da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) de Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul, ainda em 2021. O objetivo era inicialmente o de desmantelar a ação de organizações criminosas que atuavam junto ao tráfico de drogas, ao comércio de armas e ao contrabando de cigarro em diversas regiões do Rio Grande do Sul.

A primeira e a segunda fases da operação ocorreram em fevereiro de 2022, enquanto a terceira foi em julho do mesmo ano. De acordo com a Polícia Civil, nas três primeiras fases da operação, além de apreensão de dezenas de veículos e bloqueios de contas bancárias, já haviam sido feitas 65 prisões, além do cumprimento de 110 mandados de busca e apreensão, e da apreensão de 720 quilos de maconha e e de 26,8 quilos de cocaína.

Os telefones apreendidos nas três primeiras fases da operação possibilitaram que as investigações tivessem acesso a amplo conteúdo relacionado a tráfico de drogas, compra e venda de armas de fogo, contrabando de cigarro e operações bancárias.

Lavagem de dinheiro

É justamente sobre a lavagem de dinheiro que a quarta fase da operação se concentra: contas bancárias de pessoas físicas e jurídicas estariam sendo amplamente usadas para permitir a circulação de dinheiro obtido por parte das organizações criminosas. Muitas dessas contas, aliás, já estavam sendo investigadas por participarem previamente de atividades semelhantes junto a duas das maiores organizações criminosas do país.

Foi constatado ao longo das investigações que vários dos suspeitos que surgiram a partir de quebras de sigilo telefônico são moradores de outros estados, como Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Goiás e Bahia. Foi verificado pela Polícia Civil que pessoas físicas e jurídicas atuavam como “laranjas” ao lavarem dinheiro para organizações criminosas. Os suspeitos movimentavam quantias incompatíveis com seu contexto socioeconômico, no caso de pessoas físicas, ou com sua atividade-fim, no caso das jurídicas.

A partir de quebras de sigilo bancário referentes ao período entre janeiro e setembro de 2021, a Polícia Civil identificou ao todo uma movimentação de mais de R$ 293 milhões entre os investigados. Segundo dados levantados pelas autoridades policiais e obtidos pelo g1 RS, um dos suspeitos teria movimentado R$ 6 milhões em poucos meses e outro suspeito teria transferido cerca de R$ 36,5 milhões no período investigado. Em ambos os casos, as quantias são incompatíveis com as funções desempenhadas pelas pessoas físicas investigadas.

Em outros casos, a partir de quebras de sigilo bancário, a Polícia Civil descobriu pessoas jurídicas que atuavam como “empresas fantasma”, administrando grandes quantias em contas bancárias sem justificativa contábil aparente. Uma dessas empresas teria movimentado R$ 94,9 milhões em poucos meses, enquanto outra geriu mais de R$ 27,7 milhões.

Portal G1

RadioNet_APP
📸 Gilli Maia/O Câmera

Um caminhão-tanque explodiu dentro de uma oficina às margens da BR-405 em Mossoró, na manhã desta quarta-feira (6). Duas pessoas ficaram feridas, segundo o Corpo de Bombeiros.

O caso aconteceu no bairro Bom Pastor, na saída para a cidade de Apodi.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois trabalhadores estavam realizando a manutenção do veículo e realizavam uma solda, quando uma fagulha se soltou e causou a explosão. Segundo os militares, havia gás acumulado dentro do tanque do veículo, que estava vazio, sem diesel.

As vítimas foram levadas para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas, segundo a unidade de saúde, não correm risco de morte.

Portal G1

SindSerg_Materias
📸 Vinícius Marinho/Inter TV Cabugi/Foto montagem Blog Guamaré News

A mulher encontrada morta com o corpo seminu e marcas de tiros, na manhã de terça-feira (6), em Natal, foi identificada oficialmente pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) como Nayara Vitória Araújo Matias, de 19 anos.

Segundo consta no sistema do Itep, a morte da jovem foi causada por disparos de arma de fogo. Os relatórios periciais ainda não foram concluídos para serem enviados para a Polícia Civil.

O corpo da mulher foi achado por volta das 10h desta terça (6) na rua Teotônio Freire, no bairro das Rocas, Zona Leste da cidade.

Ao chegar ao local, o delegado Roberto Andrade, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que uma família tinha ido à delegacia nesta terça-feira (6) para registrar o desaparecimento de uma jovem, desde o último domingo (4).

“Quando nós chegamos já encontramos o local isolado pelos policiais militares e nos informaram que havia um corpo de uma jovem, de uma mulher, com ferimentos de disparo de arma de fogo. Foram ferimentos na cabeça e também no tórax”, disse. “É muito possível que no domingo ou ontem esse corpo tenha sido colocado aqui”, acrescentou.

O caso é investigado pela DHPP.

Portal G1

Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
📸 Reprodução/Vídeo

Um homem usou uma caixa de papelão para esconder o rosto e roubar 19 aparelhos celulares de uma loja nos Estados Unidos. O crime ocorreu no Miami Gardens, ao Norte da Flórida, no sábado (3).

Imagens de um circuito interno de segurança, compartilhadas pelo dono do estabelecimento, flagraram toda ação. Em um determinado momento ele encosta na caixa e seu rosto é exposto.

Em entrevista à imprensa local, o proprietário da loja informou que foram levados 19 iPhones. Além de vários rolos de bilhetes de loteria, cigarros, relógios e quantia em dinheiro.

Conforme a polícia, o suspeito foi encontrado nas imediações da loja e acabou preso.

O Tempo/Portal 98 FM

Copiadora_Miranda_Movel
📸 divulgação Policia Civil do RN

Três homens investigados por envolvimento com tráfico de drogas foram presos na manhã desta quarta-feira (7) durante a Operação Praia Segura, na praia do Meio, zona Leste de Natal. A ação foi coordenada pela 2° Delegacia de Polícia Civil da capital.

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos pertencem a uma facção criminosa. Informações sobre a idade e identidade dos indivíduos não foram divulgadas.

A PC divulgou que mais informações sobre a operação devem ser repassadas no fim da manhã desta quarta-feira. A PC divulgou que mais informações sobre a operação devem ser repassadas no fim da manhã desta quarta-feira.

Tribuna do Norte

WebRadio_Site_Movel
Foto Magnus Nascimento

O preço da cesta básica caiu 0,62% em Natal no mês de maio. O custo mensal ficou entre as cinco cidades com maiores reduções no contexto de 17 capitais analisadas na Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos divulgada nesta segunda-feira (5) pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, o Dieese.

No comparativo com abril de 2023, quando o preço médio da cesta foi de R$ 605,94 na capital potiguar, em maio o valor foi reduzido em 0,62%, e teve custo médio de R$ 602,16. Nos primeiros cinco meses do ano, o preço variou 3,05%.

Este valor representa cerca 55,68% do valor líquido do salário mínimo aplicado no Brasil.

Apesar da redução no comparativo dos meses subsequentes, foi registrado um aumento de 2,68% em relação a maio de 2022. No ano, a cesta básica sofreu um aumento de 3,6% no ano na capital potiguar. Em 12 meses, esse aumento é de 1,7%.

Produtos

O produto que apresentou a maior queda em Natal foi a carne bovina. O preço médio teve uma variação de -3,09% na cidade.

Apesar do aumento no valor médio na maioria das cidades analisadas na pesquisa, o açúcar refinado em Natal também teve queda de 0,47% no preço.

Entre abril e maio deste ano, quatro produtos que compõem a cesta básica tiveram aumento nos preços médios: tomate (4,48%), manteiga (2,00%), feijão carioca (0,46%) e farinha de mandioca (0,46%).

Variação de preços dos produtos da cesta básica em Natal — 📸 Divulgação/Dieese

No mesmo período, outros sete itens apresentaram diminuição no preço médio: óleo de soja (-5,91%), café com pó (-3,42%), carne bovina de primeira (-3,09%), leite integral UHT (-2,08%), banana (-1,08%), arroz agulhinha (-0,69%) e açúcar refinado (-0,47%).

Portal G1

WebRadio_APP
📸 reprodução

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados cassou de vez o mandato do agora ex-deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos-PR) nesta terça-feira (6/6). Em reunião, o presidente da Câmara, Arthur Lira, e os membros da diretoria analisaram o parecer da Corregedoria da Câmara recomendando acatar a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Apesar da unanimidade que cassou o mandato de Dallagnol, ainda coube à Mesa a avaliação pela perda definitiva. Assim como na Corte Eleitoral, a decisão foi unânime.

Em 16 de maio, o TSE derrubou entendimento do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) que tinha negado, em outubro de 2022, a impugnação do registro, logo após Dallagnol se eleger deputado federal, com 344,9 mil votos — o mais votado do estado.

O julgamento ocorreu em um recurso apresentado pela Federação Brasil Esperança, formada pelos partidos PT, PCdoB e PV, contra decisão da Justiça Eleitoral do Paraná. A alegação principal foi de que o então candidato não poderia concorrer à eleição de 2022 devido a pendências de sindicâncias e reclamações administrativas no CNMP. Para o grupo de partidos, que também representou, Deltan não poderia concorrer por causa da insegurança jurídica provocada.

Foi alegado ainda que Deltan teria pedido exoneração para não perder o cargo nem ficar inelegível. Segundo a Lei da Ficha Limpa, integrantes do Ministério Público não podem se candidatar se houver pendência em análise, se tiver se aposentado compulsoriamente ou se afastado do cargo.

Metrópoles

WebRadio_Site_Movel
📸 reprodução

O ex-vereador de Ipueira e ex-presidente da Fecam-RN, Diego Macedo, morreu em um acidente de carro na noite desta terça-feira (06).

Populares que passavam pela RN-118 observaram um carro submerso em um açude e logo em seguida foi identificado que era transportado pelo ex-vereador.

Diego é filho dos ex-prefeitos Cessa e Anifrâncio Macedo.

*Informações do Blog de Marcos Dantas

Do Blog: Notícia triste. Diego era um amigo e leitor deste blog. Que Deus o receba e conforte o coração dos familiares e amigos, especialmente os pais, Cessa e Anifrâncio.

Pagode_&_Compania_Entre
📸 reprodução

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Rio Grande do Norte iniciou nesta quarta-feira (07), a Operação Corpus Christi 2023 com o objetivo de prevenir acidentes nas rodovias ao longo do feriado. As ações, de acordo com a PRF, seguem até as 23h59 do próximo domingo (11).

Durante a Operação, a PRF direcionará o reforço de efetivo para a fiscalização em trechos estratégicos das rodovias potiguares, identificados de acordo com os dados estatísticos de acidentes. O objetivo é proporcionar maior segurança aos motoristas e aos passageiros.

O trabalho de fiscalização será focado em ações que contribuam com a redução de acidentes e da violência no trânsito. Dentre os pontos que estarão no foco da fiscalização, estão a não utilização de cinto segurança, ultrapassagens proibidas, excesso de velocidade, embriaguez ao volante e a não utilização do dispositivo de retenção para crianças. Além das ações voltadas para a segurança no trânsito, a PRF também atuará no combate à criminalidade.

Dicas da PRF para um trânsito seguro

• Sempre faça uma revisão no veículo: verifique pneus, inclusive o estepe, palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;

• Observe as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem;

• Utilize o cinto de segurança e os sistemas de retenção paras crianças (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação);

• Se estiver chovendo, redobre à atenção, reduza a velocidade, mantenha sempre os faróis ligados e aumente à distância do veículo a sua frente.

Tribuna do Norte

Ediuny_Oliveira_Movel
Policia Federal efetuou prisão nesta terça-feira (6) — 📸 Divulgação/Policia Federal

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira (6) um homem de 36 anos de idade e apreendeu computadores e celulares em uma operação de combate ao armazenamento e compartilhamento de pornografia infantil.

Os quatro mandados de busca e apreensão – que fazem parte da terceira fase da Operação Abutre – foram cumpridos em Natal e Baía Formosa, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. Cerca de 20 policiais participaram da operação.

O investigado de 36 anos de idade foi preso em flagrante e conduzido para autuação na superintendência da Polícia Federal, em Natal. Ele vai responder por crime tipificado no Estatuto da Criança e do Adolescente, cujas penas podem chegar a 8 anos de reclusão.

HDs de computadores foram apreendidos e serão analisados em perícia — 📸 Divulgação/Policia Federal

Os computadores e celulares apreendidos serão submetidos à perícia.

A Polícia Federal informou também que apura, ainda, se os investigados nesta operação – além de compartilhar e armazenar imagens de pedofilia – também são responsáveis pelos crimes de estupro de vulnerável e produção de conteúdo de pornopedofilia.

Portal G1

Eduardo_Auto_Pecas_Movel