Mundo: Trump diz que deve ser preso na terça-feira (21) e convoca protestos de apoiadores

📸 Agência Reuters

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump disse que deve ser preso na próxima terça-feira, 21, e convocou protesto de apoiadores em seu perfil na rede social Truth Social neste sábado, 18. Trump afirmou que pretende disputar as eleições em 2024.

“O principal candidato republicano e ex-presidente dos Estados Unidos da América será preso na terça-feira da próxima semana. Protestem, recuperem nossa nação!”, escreveu, referindo-se a si mesmo em terceira pessoa.

Os rumores sobre uma possível acusação criminal contra o ex-presidente americano cresceram nos últimos dias. A investigação é liderada pelo procurador distrital do estado de Nova York, Alvin Bragg. O ex-chefe de Estado se referiu a um “vazamento” do escritório do procurador para o bairro de Manhattan.

Nos EUA, os promotores podem apresentar testemunhas e provas em um painel de cidadãos chamado de “grande júri”. O mesmo decide se existe um caso a ser respondido. Trump pode se tornar o primeiro presidente americano acusado de um crime, o que prejudicaria o republicano na corrida pela Casa Branca.

Um de seus advogados, Joseph Tacopina, disse à imprensa que o ex-presidente vai comparecer à Justiça de Nova York caso seja acusado. Apesar de vários processos judiciais, o republicano nunca foi indiciado. A investigação mira um pagamento de US$ 130.000 efetuado duas semanas antes da eleição presidencial de 2016 a uma atriz pornô, conhecida como Stormy Daniels.

O pleito foi vencido por Trump. Segundo as investigações, o pagamento foi realizado para impedir a mulher, cujo o nome verdadeiro é Stephanie Clifford, de dizer que havia tido um relacionamento com o ex-presidente anos atrás, algo negado por Trump diversas vezes e alegou que as acusações possuem motivação política.

Na postagem deste sábado, ele disse que a investigação está “baseada em um conto de fadas antigo e completamente desacreditado (por muitos outros promotores!)”. Daniels se reuniu com promotores na quarta-feira, 15. De acordo com seu advogado, Charles Brewster, ela “concordou em estar disponível como testemunha, ou para uma investigação mais aprofundada, se for necessário”.

No início do mês, a equipe de Bragg deu a oportunidade de Trump testemunhar. Porém, todos acreditam que o republicano recuse com o intuito de evitar se incriminar. Michael Chen, ex-advogado do ex-presidente, testemunhou perante o grande júri.

O pagamento teria sido efetuado por Cohen, que afirma ter sido reembolsado em seguida. Se não contabilizado, pode resultar em uma acusação de um crime menor com relação a falsificação de registros comerciais.

Jovem Pan

Copiadora_Miranda_Movel
WebRadio_Site_Movel
Drogaria_Betesda_Movel
MercadinhoDeusProvera
Drogaria Betesta
JM-VARIEDADES
Eduardo-Auto-Pecas
Almoçando com Musicas
Radios_Online_Fixo
CX_Radios_Fixo
Guedes-Motos
Copiadora-Miranda_Banner_B
RadiosNet_Fixo
HSHOT_500
Casa Durval Paiva_Fixo
Anuncie Aqui
EliasRaioX
Pagode & Cia_Lateral
LBV_Lateral
Radio_Box_Fixo
App
Ediuny_Oliveira_Live
SindSerg_Lateral
Show da Manha
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare