Mundo: Partido Comunista da China derruba redes sociais de críticos do regime

O secretário-geral do PCC, Xi Jinping | Foto: Shutterstock

O Partido Comunista da China (PCC) derrubou mais de mil contas nas redes sociais de críticos das políticas de enfrentamento da pandemia de covid-19, informou a agência de notícias Associated Press, neste domingo, 7.

Uma das plataformas mais populares na China, a Weibo (semelhante ao Twitter), identificou quase 13 mil “violações” que teriam sido cometidas por esses perfis. A empresa comunicou que vai continuar investigando e “limpando” sua rede de todos os conteúdos supostamente ilegais. A ideia é “criar um ambiente harmonioso” para a maioria dos usuários.

As principais críticas dos usuários da Weibo são referentes às medidas sanitárias estabelecidas pelo Partido Comunista da China, determinadas pelo secretário-geral do PCC, Xi Jinping. Entre as normas, estão: lockdowns, testes de coronavírus obrigatórios e restrições a viagens. Muitas pessoas ficaram isoladas em casa, sem ter o que comer.

O PCC endureceu as restrições, depois de supostas explosões de mortes por covid-19 no país. Nesta semana, vídeos postados nas redes sociais sugerem que os chineses estariam cremando cadáveres de familiares nas ruas. Segundo a imprensa internacional, no fim de dezembro, havia filas nos crematórios do país.

Leia mais
DN_Service_Movel
LBV Campanhas
WebRadio_Site_Movel
JM-VARIEDADES
MercadinhoDeusProvera
Casa Durval Paiva_Fixo
MiniprecoFixo
Copiadora-Miranda_Banner_B
Cartão
Drogaria Betesta
OpticaEmporio
CX_Radios_Fixo
Almoçando com Musicas
Pagode & Cia_Lateral
Show da Manha
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
AlphaColor_Lateral
HSHOT_500
RadiosNet_Fixo
Radios_Online_Fixo
Eduardo-Auto-Pecas
Guedes-Motos
Ediuny_Oliveira_Live
App
Anuncie Aqui
Radio_Box_Fixo
DN_Servicos_Fixo_2