MPRN adere a campanha de proteção a crianças e adolescentes durante o Carnaval

Créditos da foto: MPRN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) aderiu a campanha nacional “Pule, brinque e cuide” de proteção a crianças e adolescentes durante o Carnaval. A campanha é promovida pela Rede Nacional de Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes e se destina à sociedade, governos, prefeituras, conselhos estaduais e municipais, organizações não governamentais, setor privado e equipamentos de proteção.

No período de grandes eventos e festas, são comuns as situações de violações de direitos de crianças e adolescentes, em decorrência da ação ou omissão dos pais ou responsáveis, da sociedade ou do Estado. Por isso, a campanha lembra que, de acordo com o Artigo 70 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é dever de todos prevenir a ocorrência de ameaça ou violação dos direitos da criança e do adolescente, então é necessário estar em alerta para identificar e denunciar qualquer tipo de violação de direitos.

Para prevenir e não se perder na folia, a campanha orienta que responsáveis legais marquem pontos de encontro com crianças e adolescentes e identifique crianças com pulseiras ou crachás que contenham o número de telefone dos responsáveis. Tão logo seja identificado o desconhecimento da localização da criança ou do adolescente, os pais ou responsáveis deverão procurar a delegacia mais próxima para fazer o boletim de ocorrência. Não é necessário aguardar 24h para esse registro.

A campanha registra ainda que crianças e adolescentes não se prostituem, eles são explorados sexualmente, pois, não têm a real dimensão da violência a que estão submetidos. São duas as formas dessa violência: o abuso sexual que é geralmente praticado por uma pessoa com quem a criança ou adolescente tem uma relação de confiança; e a exploração sexual, quando crianças e adolescentes são submetidos para fins sexuais em relações mediadas por lucro, objetos de valor ou outros elementos de troca.

A campanha convida a sociedade a se manter vigilante e combater a exploração sexual infantil, a comercialização de drogas lícitas e ilícitas a crianças e adolescentes, o trabalho infantil doméstico, o trabalho infantil junto aos blocos carnavalescos – os chamados ‘cordeiros’. Todo dia é dia de enfrentamento ao trabalho infantil e, nesses dias de Carnaval, ao presenciar situação de violação de direitos, o cidadão deve denunciar através do Disque 100 e para denúncias pela internet, através do site: https://ipetrabalhoinfantil.trabalho.gov.br ou https://mpt.mp.br.

Segundo os artigos 81 e 243 do ECA é crime vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, à criança ou ao adolescente bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica. A norma aplica-se a comerciantes, produtores de eventos, supermercados atacadistas e varejistas, barman, garçons e a todo aquele que facilita o acesso desses produtos à pessoa menor de 18 anos.

Os materiais da campanha incluem camisetas, standarts, leques, cards para as redes sociais, outdoor e adesivação de veículos. Os itens estão disponíveis no site facabonito.org/carnaval para ampla utilização e divulgação pelos parceiros interessados em contribuir com a campanha.

MPRN

WebRadio_APP
JM_Variedades_Movel
WebRadio_Site_Movel
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
MercadinhoDeusProvera
JM-VARIEDADES
Carnaval_Guamare_2024_Sabado
Copiadora-Miranda_Banner_B
HSHOT_500
SindSerg_Lateral
Guedes-Motos
Carnaval_Guamare_2024_Terca
Almoçando com Musicas
Carnaval_Guamare_2024_Domingo
Eduardo-Auto-Pecas
Radios_Online_Fixo
Casa Durval Paiva_Fixo
EliasRaioX
LBV_Lateral
RadiosNet_Fixo
Drogaria Betesta
Carnaval_Guamare_2024
App
Pagode & Cia_Lateral
Radio_Box_Fixo
Drogaria_Ana_Luiza_Lat
Ediuny_Oliveira_Live
Anuncie Aqui