IBGE: População preta do RN recebe salário 60% inferior ao de pessoas brancas, aponta IBGE

Dinheiro, real, economia, salário mínimo, pagamento, PIB, reais, auxílio, notas, dívidas, contas, endividamento — Foto: Natalia Filippin/G1

Pessoas pretas no Rio Grande do Norte ganham o equivalente a 60,7% do que recebem as pessoas brancas. É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua no segundo trimestre de 2022.

Nesse período, o rendimento real médio de todos os trabalhos habitualmente recebido por mês da população branca foi de R$2.638,00, enquanto o dos pretos foi de R$1.602,00. Em termos absolutos, este é o menor valor de renda real média para esta parcela da população desde o segundo trimestre de 2018, quando os potiguares pretos receberam R$1.508,00.

Desde o começo da série histórica em 2012, apenas em 2017 houve uma desigualdade de renda maior em termos percentuais. Pretos receberam, no terceiro trimestre daquele ano, 55% dos rendimentos dos brancos (R$2.602 para os brancos e R$1.437,00 para os pretos).

Já os pardos, no segundo trimestre de 2022, tiveram rendimentos médios equivalentes a cerca de 66% dos rendimentos dos brancos, com uma renda de R$1.740,00.

O rendimento real médio de todos os trabalhos habitualmente recebido por mês é o rendimento bruto real médio habitualmente recebido em todos os trabalhos que as pessoas ocupadas com rendimento tinham na semana de referência, a preços do mês do meio do trimestre mais recente que está sendo divulgado. O deflator utilizado para isso é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA.

Portal 96 FM

DN_Service_Movel
Optica_Emporio
JM_Variedades_Movel
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Copiadora-Miranda_Banner_B
Eduardo-Auto-Pecas
HSHOT_500
Radios_Online_Fixo
CX_Radios_Fixo
MercadinhoDeusProvera
OpticaEmporio
Radio_Box_Fixo
Ediuny_Oliveira_Live
Cartão
JM-VARIEDADES
Drogaria Betesta
App
Banner 87
Guedes-Motos
Anuncie Aqui
MiniprecoFixo
RadiosNet_Fixo
DN_Servicos_Fixo_2