Guamare News

Guamaré: Mais uma operação tapa buraco na RN – 401, Polo Industrial/BR-406

Segundo informações do Blog Guamaré em Dia, em nova parceria com o governo do estado (DER), a Prefeitura do município de Guamaré, iniciou nesta quarta-feira (12) o serviço de recuperação da RN 401, no trecho Polo Industrial de Guamaré a RN que liga a BR – 406. A “Operação Tapa Buraco” começou após reivindicação da população diante do caos da rodovia que se encontrava cheia de buracos.

O trecho que está sendo recuperado de 23 km, está melhorando a vida dos motoristas e daqueles que visitam a cidade. No total, 10 homens trabalham no local, com o auxílio de um rolo compressor, uma retroescavadeira, duas caçambas, uma prancha, uma placa vibratória, além de uma caminhonete dando suporte.

Em mais uma operação para tapar buracos, que neste período chuvoso deverá reabrir os mesmos e outros que nasceram devido ao grande trafego pesado das carretas e caminhões, que prestam serviço ao Polo Industrial, das empresas de combustível e de gás GLP.

Uma coisa que não dar para entender é o DNIT estar fazendo a manutenção da BR-406 que, no meu ponto de vista não estava precisando em determinados trechos, para aqueles que transitam com frequência pela BR-406, devem lembrar-se de como estava, por exemplo, o trevo da RN – 441 a entrada do Distrito de Baixa do Meio, foi feito tapa buraco e não precisava desmanchar o que estava feito para fazer de novo. Agora tinha um trecho da BR – 406 logo a, pois a entrada da cidade de Galinhos que precisava de manutenção, essa concordo plenamente.

Uma pergunta obvia, porque os governantes do Estado do Rio Grande do Norte, não se mobilizam para que seja tomada uma medida definitiva, para ampliação da estrada que dar acesso a Refinaria Clara Camarão? Queira ou não é do município de Guamaré que é gerado os impostos tanto na esfera Municipal, Estadual e Federal.

Mensalmente o município de Guamaré com o polo Industrial, é beneficiado com o IMCS, Royalties, ISS entre outras receitas, que gera uma receita que gira em torno de 20 milhões/mês, nas outras esferas não é diferente. Porque em fez de uma “Operação Tapa Buraco”, não se programa um investimento definitivo?

Mas por outro lado a estatal dispõe da chamada Estrada do Óleo, em que muitos caminhões trafegam nela, e porque não se adéqua para que, o trafego dos caminhões e acesso do Polo Industrial, seja por ela? Já a RN – 441 ficaria para o acesso a sede do município de Guamaré? Quando se tem vontade se resolve, os problemas são para serem resolvidos, e não se levar com a barriga, com diz o ditado popular. 2018 vêm ai vamos aguardar!!!

*Fotos de Acervo/Josivan Dantas

Publicidade

Comente!!! Participe de nosso blog!!!