Fuga na Federal: Recaptura de fugitivos do Presídio Federal de Mossoró é prioridade, diz secretário nacional de Políticas Penais

Créditos da foto: reprodução

A recaptura dos presos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró na madrugada da quarta-feira (14) é a prioridade das forças de segurança nacionais e estaduais do Rio Grande do Norte, segundo o secretário nacional de Políticas Penais, André de Albuquerque Garcia.

A declaração foi dada em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (15) em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

“Primeira iniciativa e o propósito da minha vinda é adotar todas as medidas necessárias para que um evento como esse se encerre rapidamente com a recaptura dos dois foragidos”, afirmou.

O secretário ainda classificou o evento como “inédito”, uma “crise” no sistema prisional, e disse que a equipe trabalhará para que ele seja “irrepetível”.

Uma sala de situação, com representantes de diversos órgãos foi montada na Delegacia da Polícia Federal de Mossoró. Essa é a primeira fuga registrada na história do sistema penitenciário federal, que conta com cinco presídios de segurança máxima.

Garcia afirmou que não poderia detalhar as ações realizadas nas buscas aos fugitivos.

“É obvio que tem um perímetro, é óbvio que há várias equipes, vários recursos, 24 horas por dia empenhados nessa busca; tecnologia, serviços de inteligência integrados, aeronaves, drones, inclusive drones com equipamentos termais, enfim, todos os meios disponíveis para que a gente possa executar a tarefa da melhor forma possível”, disse.

Perícia busca identificar como fuga ocorreu

De acordo com o secretário nacional, a perícia realizada no presídio federal, para identificar como a fuga ocorreu, deve ser concluída até a sexta-feira (16). A fuga também é investigada pela Polícia Federal, que abriu um inquérito sobre o caso.

O secretário ainda declarou que a troca da direção do presídio ocorreu de forma “cautelar e preventiva” e considera que ainda não é possível confirmar se houve uma facilitação para fuga, ou o relaxamento dos protocolos por parte de algum servidor.

“Estamos atuando de modo a identificar todas as necessidades e eventuais falhas nos procedimentos adotadas, a fim de que não mais ocorram. Por isso, como medida de natureza cautelar, preventiva, trouxemos um policial penal experiente para atuar na direção da unidade, com todo o suporte da Secretaria Nacional, com profissionais que ele requisitar a partir do momento que ele identificar as necessidades”, delarou.

“Nós estamos revisando todos os protocolos de segurança das unidades prisionais. Não há chance de acontecer um evento dessa natureza quando esses protocolos são seguidos rigorosamente”, pontuou.

“É muito provável que os procedimentos de segurança não foram empregados como deveriam ser”, reforçou.

Presos foram incluídos em sistema da Interpol

Após a fuga, o Brasil pediu a inclusão dos dois fugitivos no rol de difusão vermelha da Interpol — normalmente utilizado para cooperação entre as polícias de diferentes países quando criminosos perigosos conseguem fugir das nações onde são procurados. Segundo o secretário nacional, no entanto, isso não significa que, para a polícia, os dois fugitivos tenham conseguido deixar o país.

Leia mais
SindSerg_Materias
Eduardo_Auto_Pecas_Movel
Almoçando com Musicas_Movel
Show da Manha
Guedes-Motos
Carnaval_Guamare_2024_Segunda
Anuncie Aqui
Radio_Box_Fixo
Carnaval_Guamare_2024
RadiosNet_Fixo
Radios_Online_Fixo
LBV_Lateral
App
Copiadora-Miranda_Banner_B
EliasRaioX
Almoçando com Musicas
JM-VARIEDADES
Drogaria Betesta
Eduardo-Auto-Pecas
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
CX_Radios_Fixo
MercadinhoDeusProvera
Carnaval_Guamare_2024_Terca
Torneio_Expedito_2024
Casa Durval Paiva_Fixo
Pagode & Cia_Lateral
Carnaval_Guamare_2024_Sabado
Corrida_Guamaré