Fuga da Federal: Buscas por fugitivos do presídio de segurança máxima de Mossoró têm mais de 300 agentes de segurança, helicópteros e drones

Créditos da Foto: Isaías Fernandes/TCM

As buscas pelos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró (RN) entram no terceiro dia nesta sexta-feira (16). Ao todo, mais de 300 agentes de segurança trabalham desde a quarta-feira (14) para recapturá-los.

Estão empenhados:

  • 100 agentes da Polícia Federal;
  • 100 agentes da Polícia Rodoviária Federal;
  • 100 agentes das forças policiais locais (civil e militar);
  • 3 helicópteros (1 da PRF, da PF e da Secretaria de Segurança Pública do RN);
  • Drones (com equipamentos termais) e cães farejadores.

Um grupo da unidade de elite da Polícia Federal chegou ao Aeroporto de Aracati, no Ceará, na manhã desta sexta-feira (16), para se unir à operação de fiscalização e buscas na divisa entre o Ceará e o Rio Grande do Norte .

Foram enviados 25 integrantes do Comando de Operações Táticas da PF (COT), unidade de elite da PF, e 7 policiais do Grupo de Resposta Rápida da PRF (GRR).

Pistas

Uma casa que fica a 7 km do presídio foi invadida entre 18h e 21h de quarta. Os criminosos levaram roupas, sapato e outros itens pessoais. Na madrugada desta sexta (16) roupas e pegadas foram encontradas por policiais na zona rural de Mossoró. O morador da casa confirmou que uma colcha encontrada na mata é dele. “A polícia esteve aqui, mostrou as fotos pra mim, e a colcha é minha, o resto não”, disse.

O policiamento foi reforçado na área.

Na manhã desta sexta a força-tarefa que busca pelos dois fugitivos encontrou uma camiseta de uniforme de presidiário na Zona Rural de Mossoró.

A Polícia Federal recolheu material biológico em uma propriedade na qual Deibson e Rogério teriam furtado roupas e objetos.

Em entrevista concedida na tarde desta quinta-feira (15), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, disse que acredita que os fugitivos permanecem próximos ao presídio após a fuga, num perímetro de até 15 km até o centro da cidade de Mossoró.

“É um local de matas, uma zona rural, e nós imaginamos que eles estejam homiziados ainda naquela região, porque pelas vídeo câmeras nós não identificamos nenhum veículo que os tenha buscado quando transpuseram as grades do presídio”, disse o ministro.

Outras medidas também foram tomadas pelo Ministério da Justiça para evitar que os fugitivos consigam escapar do cerco policial. Entre elas, estão:

  • registro do nome dos fugitivos no sistema de difusão vermelha da Interpol;
  • inclusão do nome dos fugitivos no sistema de proteção de fronteiras;
  • reforço na atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias e nas divisas de estados próximos a Mossoró, como Ceará e Paraíba.

“Acreditamos que os dois fugitivos serão recapturados num período muito breve”, disse o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski.

A pasta também informou que solicitou abertura de processo administrativo para apurar as responsabilidades da fuga e de um inquérito policial para investigação de alguma eventual responsabilidade criminal, como uma possível facilitação da fuga.

Na entrevista, Lewandowski listou alguns fatores que podem ter contribuído para a fuga dos dois presos: eles fugiram por falhas no teto, passaram por tubulações e utilizaram ferramentas da construção que está sendo feita na unidade, incluindo um alicate para cortar as grades da penitenciária.

O ministro relatou que havia uma reforma sendo executada no presídio e que as ferramentas não foram armazenadas de forma correta, o que as deixou mais disponíveis aos presos.

Além disso, o ministro confirmou que algumas câmeras de segurança não estavam funcionando no momento da fuga e ainda acrescentou que luzes do presídio também estavam desligadas.

O Secretário Nacional de Políticas Penais (Senappen), André de Albuquerque Garcia, foi enviado para Mossoró, onde passou a trabalhar em uma sala de situação – ao lado de representantes de outros órgãos – na Delegacia da Polícia Federal em Mossoró. Nesta quinta (15), ele afirmou que as buscas seguem ativas por 24 horas e que a recaptura é prioridade.

Portal G1

Leia também

👉 Fuga da Federal: Polícia encontra “pegada” e fecha cerco contra fugitivos da penitenciária federal

👉 Fuga na Federal: Recaptura de fugitivos do Presídio Federal de Mossoró é prioridade, diz secretário nacional de Políticas Penais

👉 Fuga: Em 18 anos de existência, o Presídio Federal de Mossoró registra a primeira fuga de presos

Drogaria_Betesda_Movel
RadioNet_APP
LBV Campanhas
Casa Durval Paiva_Fixo
Carnaval_Guamare_2024_Segunda
Carnaval_Guamare_2024_Terca
Anuncie Aqui
HSHOT_500
Guedes-Motos
Carnaval_Guamare_2024_Sabado
JM-VARIEDADES
Almoçando com Musicas
Carnaval_Guamare_2024_Domingo
Drogaria Betesta
Corrida_Guamaré
Show da Manha
LBV_Lateral
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
SindSerg_Lateral
Radios_Online_Fixo
Eduardo-Auto-Pecas
Torneio_Expedito_2024
Pagode & Cia_Lateral
Radio_Box_Fixo
CX_Radios_Fixo
Copiadora-Miranda_Banner_B
App
RadiosNet_Fixo