Guamare News

FORMULA 1 – Rosberg sobra no GP da Austrália, e Massa tem estreia frustrada por Koba.

Como já era previsto, o GP da Austrália provou a
superioridade da Mercedes na primeira prova da temporada 2014
da Fórmula 1. O papel de protagonista da corrida disputada em Melbourne,
entretanto, foi trocado em cima da hora. Em vez do pole position Lewis Hamilton, que abandonou após quatro voltas, coube a Nico Rosberg monopolizar as atenções no circuito
de Albert Park. Após uma largada ousada, o alemão tirou a liderança do
companheiro de equipe para sobrar na prova. Com o triunfo, 
Nico repete o feito
do pai, Keke Rosberg, vencedor do GP da Austrália de 1985, realizado em
Adelaide.
Após colocar a RBR na primeira fila do grid e mostrar
que a atual tetracampeã não está totalmente fora da disputa pelo campeonato, o
“anfitrião” Daniel Ricciardoassegurou o segundo lugar e comemorou muito o que seria seu
primeiro pódio e o primeiro de um australiano em casa. Mas após a corrida, o
piloto foi desclassificado
em razão de irregularidades no sistema de fluxo de combustível de sua RBR. A
equipe tetracampeã só teve motivos para lamentar nesse domingo: Sebastian Vettel abandonou o RB10 ainda na quinta
volta. Com a exclusão de Ricciardo, o dinamarquês Kevin Magnussen, que já havia
impressionado com o terceiro lugar em sua estreia na F-1, subiu para segundo
com sua McLaren. E a equipe, que não tinha um piloto entre os três primeiros há
mais de um ano pôde comemorar dobrado, já que Jenson Button pulou para
terceiro. De quebra, o time inglês assumiu a liderança do campeonato de
construtores, com 27 pontos.
Uma trapalhada de Kamui Kobayashi frustrou as expectativas
pela estreia de Felipe Massa na temporada 2014. O dia começou
promissor para o piloto da Williams, já que a chuva não chegou ao Albert Park, e a pista seca
poderia contribuir para um bom desempenho do novo carro. Na primeira curva, a
Caterham do japonês acertou em
cheio o FW36 do brasileiro, que saiu do cockpit inconformado com as
circunstâncias do acidente. O “showman” se desculpou pelo episódio em um perfil
nas redes sociais, mas Felipe ressaltou que pretende cobrar da FIA uma punição
severa para o adversário. Entretanto, a direção
da prova determinou que Koba não teve culpa, e
avaliou que a batida foi ocasionada por uma falha no sistema de freios do carro.
Na ausência de Felipe, a Williams apostou todas as fichas no finlandês Valtteri
Bottas, que largou da 15ª posição por causa de uma
punição por ter trocado o câmbio no treino classificatório. Conseguindo
explorar bem a potência do motor Mercedes, Bottas já partia para cima da Ferrari de Fernando Alonso quando abusou da
confiança e tocou a roda direita no muro, perdendo um pneu traseiro. A
empolgação do companheiro de Felipe Massa lhe custou uma ida para os boxes e
provocou a entrada do safety car na pista.
Após frustração com Massa, Williams apostou as fichas no finlandês Valtteri Bottas, 6º colocado (Foto: Reuters)
Mas o piloto de
24 anos foi para os boxes, trocou o pneu e iniciou uma bela escalada em busca
dos primeiros pontos da Williams no campeonato. O finlandês voltou na 16ª
posição e começou o ataque ferrenho aos adversários. Uma das ultrapassagens
mais arriscadas foi sobre o compatriota Kimi Raikkonen, da Ferrari. O estilo
aguerrido funcionou, e Bottas conseguiu chegar ao fim com um satisfatório sexto
lugar.

G1

Comente!!! Participe de nosso blog!!!