Guamare News

Ex-BBB é preso em Curitiba suspeito de estupro de vulnerável

Laercio-BBBNo começo do ano, o Brasil parou para discutir se Laércio de Moura, participante do “Big Brother Brasil 16”, era pedófilo. Sobre ele, caía a acusação da companheira de confinamento Ana Paula Renault depois que ela notou o ex-brother encarando as nádegas das participantes mais novinhas da casa, Munik Nunes e Maria Claudia Gomes, ambas com 19 anos, e também o fato de ele ter assumido que tinha duas namoradas – uma de 17 e outra de 19.

Agora, passados alguns meses da final do programa, Laércio novamente volta aos noticiários com a mesma acusação, desta vez feita pela Polícia Civil. O designer de tatuagens foi preso na manhã desta segunda-feira (16), suspeito de ter cometido estupro de vulnerável. Atualmente com 53 anos, Laércio teria cometido o crime há 4 anos, quando a vítima tinha apenas 13.

A promotora de Justiça Tarsila Teixeira revelou em entrevista coletiva que pesam sobre Laércio os prints das conversas que ele teria tido com a vítima pelo Facebook. Segundo ela, as investigações ocorrem desde que as preferências sexuais do ex-BBB vieram à tona: no programa, ele assumiu gostar de meninas mais novas; aqui fora, na mesma rede social, uma mensagem em que ele afirmava ser efebófilo, que é a atração por adolescentes, foi muito comentada. Além disso, ele curtia uma página dedicada a uma participante do MasterChef Junior, da Band, que também foi vítima de comentários pedófilos na internet.

Publicidade

EliasRaioX

Comente!!! Participe de nosso blog!!!