Eleições 2022: Eleitores com celulares podem ser retirados de cabines por policiais

Foto: Hugo Barreto

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) regulamentou, nesta quinta-feira (1º/9), por meio de duas resoluções, as medidas que proíbem porte de arma nas sessões eleitorais e o uso de celulares nas cabines de votação. O presidente da Corte Eleitoral, Alexandre de Moraes, leu as regras em plenário, durante a manhã.

De acordo com as regulamentações, que tratam de como as regras serão seguidas, está vedado ao eleitor portar celular, câmeras fotográficas, de vídeo, ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto, ainda que desligados.

O eleitor só pode se dirigir à cabine de votação se tiver deixado os aparelhos na mesa receptora. Concluído o voto, os aparelhos serão devolvidos. “Havendo recusa, o eleitor não será autorizado a votar, e força policial será acionada para providências”, afirmou Moraes durante sessão do TSE.

Os juízes das seções eleitorais também podem pedir ao TSE os detectores de metais, a fim de garantir o cumprimento das normas, tanto para os celulares quanto para o uso de armas.

Metrópoles

AlphaColor_Lateral
WebRadio_APP
Optica_Emporio
Ediuny_Oliveira_Live
MercadinhoDeusProvera
Show da Manha
JM-VARIEDADES
Drogaria Betesta
Eduardo-Auto-Pecas
Radio_Box_Fixo
Almoçando com Musicas
AlphaColor_Lateral
Cartão
CX_Radios_Fixo
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Guedes-Motos
HSHOT_500
Copiadora-Miranda_Banner_B
Anuncie Aqui
App
Casa Durval Paiva_Fixo
OpticaEmporio
Pagode & Cia_Lateral
Radios_Online_Fixo
DN_Servicos_Fixo_2
MiniprecoFixo
RadiosNet_Fixo