Economia: 15% da população brasileira não tem o que comer, e país volta ao Mapa da Fome

(crédito: Amaro Jr./CB/D.A Press)

Não é só um número, por trás dele existem 33 milhões de pessoas que convivem cotidianamente com a fome. Na casa de Carmem Braz, moradora da periferia de Natal, os pratos não estão vazios graças à solidariedade. “Vem ajudar as pessoas do bairro, mas principalmente as crianças que os pais estão desempregados, que é o meu caso.Nós temos a alimentação, que é o básico, mas a gente tem todos os dias na mesa. Obrigada a essa galera que faz essa ação”, agradece.

Carmem é uma das milhares de famílias beneficiadas com as campanhas constantes da Ação da Cidadania. A Ong foi criada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, quando 32 milhões de pessoas passavam fome no país.

Na época, 30 milhões de voluntários se mobilizaram para combater a fome. A indignação que moveu Betinho e o Brasil inteiro em 93 é a mesma quase 30 anos depois, quando o Brasil retorna ao Mapa da Fome, da ONU.

Independente de ideologia, religião ou partido, a fome é inaceitável. E se você não passa fome, tem que ser parte da solução. Esse é o slogan da campanha 15 por 15, em alusão ao percentual de brasileiros que não têm o direito básico à alimentação, garantido pela nossa Constituição desde 2010. A campanha convoca a população a doar: 15 centavos, 15 reais, 15 milhões, 15 segundos, minutos ou porcentagem de vendas. Todo mundo tem 15 de alguma coisa para doar. E para 15% dos Brasileiros, esta é a única esperança. Na plataforma digital 15por15.org, o cidadão encontra várias formas de participar do combate à fome.

“Estivemos envolvidos com a questão da fome nos últimos 20 anos. Nesse período melhoramos e com políticas públicas adequadas saímos do Mapa da Fome. Mas houve o desmonte dessas políticas e o resultado está aí: 33 milhões de brasileiros com fome, 165 milhões em situação de insegurança alimentar. Precisamos olhar por eles, pelo menos para que tenham fôlego para esperar pelas políticas públicas que virão a partir de janeiro de 2023”, diz Carlos Freire, coordenador da ONG Avoante, parceira da Ação da Cidadania no RN.

Ponta Negra News

JM_Variedades_Movel
LBV Campanhas
Ediuny_Oliveira_Movel
OpticaEmporio
HSHOT_500
DN_Servicos_Fixo_2
CX_Radios_Fixo
Eduardo-Auto-Pecas
MiniprecoFixo
Anuncie Aqui
RadiosNet_Fixo
MercadinhoDeusProvera
Cartão
Radios_Online_Fixo
Radio_Box_Fixo
App
Banner 87
Copiadora-Miranda_Banner_B
JM-VARIEDADES
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Guedes-Motos
Drogaria Betesta
Ediuny_Oliveira_Live