Crime Eleitoral: PF prende mulher em flagrante na Grande Natal por levar documento falso para fazer título de eleitor

Prazo para regularizar título de eleitor termina nesta quarta-feira (8) – Foto: Reprodução

A Polícia Federal prendeu uma mulher em flagrante, nesta terça-feira (7), suspeita de crime eleitoral. A prisão aconteceu no Cartório Eleitoral da cidade de Extremoz, por volta das 10h.

suspeita estava em companhia de uma menor de idade, que foi conduzida à Polícia Civil.

De acordo com a PF, as duas mulheres compareceram ao Cartório Eleitoral de Extremoz com objetivo de realizar alistamento eleitoral. Uma delas buscava a inscrição inicial, enquanto a outra solicitava a transferência de seu título.

No entanto, o servidor da Justiça Eleitoral identificou que os documentos apresentados pelas suspeitas eram falsificados e acionou a PF. A menor de idade foi encaminhada à Polícia Civil para as providências cabíveis, e a outra, levada à sede da Superintendência Regional para os procedimentos de prisão em flagrante.

De acordo com o Artigo 289 do Código Eleitoral Brasileiro, a conduta de inscrever-se fraudulentamente como eleitor é punida com reclusão de até cinco anos e o pagamento de cinco a quinze dias-multa.

Portal da 98 FM

JM_Variedades_Movel
Almoçando com Musicas_Movel
RadioNet_APP
App
Drogaria Betesta
EliasRaioX
SindSerg_Lateral
Pagode & Cia_Lateral
LBV_Lateral
Sao_Joao_Monsenhor
HSHOT_500
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Anuncie Aqui
Guedes-Motos
Casa Durval Paiva_Fixo
JM-VARIEDADES
MercadinhoDeusProvera
Ediuny_Oliveira_Live
Radios_Online_Fixo
Eduardo-Auto-Pecas
CX_Radios_Fixo
Show da Manha
Radio_Box_Fixo
Almoçando com Musicas
Copiadora-Miranda_Banner_B
RadiosNet_Fixo