Brasil: “Criptomoedas estão no dia a dia das organizações criminosas”, diz delegada

Foto: Reprodução/SBT News

Os criptoativos, com seu universo paralelo ao do sistema bancário convencional, vive uma explosão de investidores, mas também atrai cada vez mais o interesse de criminosos dos mais variados tipos. Em entrevista exclusiva ao SBT News, a delegada da Polícia Federal Aline Pedrini Cuzzuol, chefe da Divisão de Combate aos Crimes Financeiros, afirmou que as criptomoedas são parte do “dia a dia” das organizações criminosas.

O crescimento vertiginoso dos negócios com criptomoedas fez aumentar também os crimes praticados no setor, ainda carente de regras e repleto de oportunidades: tanto para investidores quanto para criminosos. Narcotraficantes, bandidos de colarinho branco e grupos terroristas usam os criptoativos para esconder o dinheiro ilícito, o que tem deixado em alerta especialistas no combate à lavagem de dinheiro no mundo.

“A cada ano é deflagrado um número maior de operações especiais da Polícia Federal”, afirmou a delegada. Ela falou ainda sobre pirâmide financeira, regulamentação e investigações. Veja a entrevista:

Os crimes envolvendo criptoativos têm aumentado?

Leia mais
CompreBem_Movel
JM_Variedades_Movel
Pagode_&_Compania_Entre
Eduardo-Auto-Pecas
RadiosNet_Fixo
Anuncie Aqui
OpticaEmporio
Show da Manha
Pagode & Cia_Lateral
App
Almoçando com Musicas
AlphaColor_Lateral
Drogaria Betesta
Guedes-Motos
HSHOT_500
DN_Servicos_Fixo_2
Ediuny_Oliveira_Live
CX_Radios_Fixo
Casa Durval Paiva_Fixo
MercadinhoDeusProvera
Radio_Box_Fixo
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
JM-VARIEDADES
Copiadora-Miranda_Banner_B
MiniprecoFixo
Radios_Online_Fixo
Cartão