Guamare News

Bloqueado: 52 municípios não receberão parcela do FPM referente a 2° decêndio de setembro

Foto: Prefeitura de João Pessoa - capital paraibana é um dos municípios afetados pelo bloqueio do FPM

Foto: Prefeitura de João Pessoa – capital paraibana é um dos municípios afetados pelo bloqueio do FPM – Especialista afirma que bloqueio desse recurso pode comprometer pagamento da folha de funcionário públicos.

Os valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), referentes ao 2º decênio de setembro de 2021, devem ser creditados nas contas das prefeituras nesta segunda-feira (20). Ao todo, mais de R$ 886 milhões devem ser destinados aos cofres municipais. No entanto, nem todos os entes vão contar com o recurso nesta etapa.

Isso porque 52 cidades se encontram bloqueadas para o recebimento do dinheiro devido alguma pendência junto à União. Quando isso ocorre, a previsão constitucional é de retenção do repasse. Um dos municípios afetados foi Paraná, no Rio Grande do Norte.

Segundo o secretário de Comunicação local, Lindomar Libanio, o bloqueio aconteceu por conta do não pagamento de parcelas de renegociação com o INSS. Ele explica que esse procedimento era feito automaticamente e, agora precisa ser feito por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF). Lindomar afirma que todas as providências foram tomadas até esta quinta-feira (17), para, assim, o município contar com as receitas provenientes do FPM.

“Aproximadamente 90% do orçamento municipal é composto pelo FPM. Se bloqueado, certamente acontecerá atrasos de pagamento a fornecedores, a prestadores de serviço. Mas, como a pendência já está sendo regularizada, acredita-se que o desbloqueio acontecerá e que tudo será resolvido sem prejuízos” destaca.

Outro município que percebeu bloqueio do fundo foi Arroio do Meio, no Rio Grande do Sul. O secretário da Fazenda da cidade, Valdecir Crecencio afirma que a restrição se deu graças a um débito junto à Receita Federal, no valor de R$ 76, valor que já foi pago na última semana. Ainda segundo ele, o bloqueio não causou prejuízo ao município porque o ente trabalhava sem contar com este recurso para o orçamento atual.

“Essa verba é muito importante para o município. Trata-se de um valor que ajuda a incrementar a receita municipal, mas, neste ponto, não houve nenhum prejuízo ao município porque não era um período de repasse ao ente. A situação já foi resolvida”, explica.

Principais motivos para bloqueio do FPM

Os principais motivos para bloqueio do FPM são: ausência de pagamento da contribuição ao Pasep; débitos com o Instituto do Seguro Social (INSS) e com a inscrição da dívida ativa pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), além da falta de prestação de contas no Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde (Siops).

O Fundo de Participação dos Municípios garante que 22,5% dos recursos oriundos do Imposto de Renda e do IPI sejam destinados aos municípios. Isso ocorre com o objetivo de promover um equilíbrio econômico entre estados e entes municipais. Segundo a educadora financeira Catharina Sacerdote, quando uma prefeitura deixa de receber esse valor, a tendência é que haja, por exemplo, atraso no pagamento de funcionários e servidores públicos.

“No Brasil, e geral, nenhum orçamento municipal tem muito espaço para corte. A gente sabe que isso acarreta em atraso dos salários dos servidores e dos direitos desses trabalhadores, como a retenção do pagamento do INSS, a precarização de determinado serviço de Saúde e Educação, enfim, de todos os serviços que são de responsabilidade de manutenção dos municípios”, considera.

Confira a lista completa dos 52 municípios bloqueados:

  • SENA MADUREIRA (AC)
  • ANADIA (AL)
  • UNIÃO DOS PALMARES (AL)
  • ITAPIRANGA (AM)
  • CONDE (BA)
  • MAIQUINIQUE (BA)
  • MARAGOGIPE (BA)
  • PINTADAS (BA)
  • PONTO NOVO (BA)
  • SATIRO DIAS (BA)
  • PACOTI (CE)
  • MUNDO NOVO (GO)
  • ALTAMIRA DO MARANHÃO (MA)
  • ITINGA DO MARANHÃO (MA)
  • LAJEADO NOVO (MA)
  • PENALVA (MA)
  • SANTO AMARO DO MARANHÃO (MA)
  • RIBEIRÃO DAS NEVES (MG)
  • SETE LAGOAS (MG)
  • TAPIRA (MG)
  • SANTO ANTÔNIO DO LEVERGER (MT)
  • ALENQUER (PA)
  •  ALTAMIRA (PA)
  •  RURÓPOLIS (PA)
  • CAJAZEIRAS (PB)
  • JOÃO PESSOA (PB)
  • JUAREZ TAVORA (PB)
  • MARCAÇÃO (PB)
  • SÃO SEBASTIÃO DE LAGOA DE ROCA (PB)
  • SERRA GRANDE (PB)
  •  ITAMARACÁ (PE)
  • ALTO LONGÁ (PI)
  • NOVA AMÉRICA DA COLINA (PR)
  • PORECATU (PR)
  • SÃO JOÃO DE MERITI (RJ)
  • SAPUCAIA (RJ)
  • TRÊS RIOS (RJ)
  • PARANÁ (RN)
  • PARAÚ (RN)
  • ARROIO DO MEIO (RS)
  • BALNEARIO PINHAL (RS)
  • CRUZ ALTA (RS)
  • CAPELA (SE)
  • CARMÓPOLIS (SE)
  • GARARU (SE)
  • MARUIM (SE)
  • PEDRINHAS (SE)
  • SALGADO (SE)
  • COTIA (SP)
  • MONTE ALEGRE DO SUL (SP)
  • FORMOSO DO ARAGUAIA (TO)
  • ITAGUATINS (TO)

Os valores relativos ao FPM são pagos aos municípios a cada dez dias, até os dias 10, 20 e 30 de cada mês. Caso a data caia no final de semana ou feriado, o repasse é antecipado para o primeiro dia útil anterior. O repasse é creditado pelo Banco do Brasil S/A, que disponibiliza, na sua página na internet, os avisos referentes às distribuições decendiais das contas dos Fundos de Participação, com os lançamentos a crédito e débito.

Fonte: Brasil 61

Siga as nossas Redes Sociais:

📱Facebook => 📸Instagram <=> 🎙️SoundCloud <=> 📹Youtube <=>  💻Twitter <=> 📟Aplicativo Radio Web <=> 🪀Participe de nosso grupo do WhatsApp News 3 <=> Ouça a programa da Radio Web Guamaré News nos principais portais da internet que retransmite a programação => 📲Portal Radios Na Net <=> 📲Portal Radio Ao Vivo <=>📲Portal Radios Cast <=> 📲Portal CXRadio <=> 📲Portal As Melhores Rádios <=>📲Portal Rádios Na Net <=> 📲Portal RadioNet <=> 📲Portal OnlineRadioBox.

Comente!!! Participe de nosso blog!!!