Guamare News

Assédio na Caixa: Pedro Guimarães colocava pimenta na comida e obrigava funcionário a comer

Foto Agência Brasil

Além das acusações de assédio sexual que pesam contra Pedro Guimarães, agora ex-presidente da Caixa, diversas acusações e assédio moral começaram a surgir contra ele. Entre elas, a de que, em viagens pelo banco, ele obrigava funcionários a comer toda a refeição após jogar pimenta no prato deles.

Os relatos foram feitos pelo colunista Rodrigo Rangel, do “Metrópoles”, o mesmo que revelou as denúncias de assédio sexual. Segundo ele, funcionários da instituição financeira diziam que os episódios aconteciam em viagens de trabalho e ganhavam um tom de brincadeira para Pedro Guimarães, contra a vontade dos servidores.

Uma servidora contou ao colunista que, quanto mais um funcionário passava mal ou chorava, mais ele ria. “Ele é bem sádico. Em toda refeição de trabalho com ele tinha pimenta no prato de alguém”, disse ela, segundo a publicação.

Outras situações já foram tornadas públicas, como as vezes em que obrigou funcionários a fazerem flexões em eventos públicos do banco. Em um desses episódios, ele obrigou um vice-presidente da Caixa que tem problemas nos joelhos e é declara deficiente físico a dar uma cambalhota na frente dos colegas.

Além disso, era comum que, ao descer pela escada os 21 andares da sede da Caixa, Pedro Guimarães obrigasse funcionários que aguardavam o elevador a fazerem o mesmo.

Jornal o Tempo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *