Assédio: Empresário vira alvo do MPT por assédio eleitoral a funcionários no RN

Foto reprodução

O Ministério Público Eleitoral e o Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte receberam denúncia contra o empresário Arthur Vilhena Ferro, proprietário da Schütz e Ana Capri em Natal. Segundo a denúncia, ele enviou uma mensagem em grupo de WhatsApp de lojistas do Shopping Cidade Verde, onde também possui loja, incentivando assédio eleitoral contra funcionários para que eles votem no presidente Jair Bolsonaro nas eleições.

O empresário encaminhou no dia 12 de outubro um texto informando que enviou um e-mail para todos os seus prestadores de serviços e fornecedores suspendendo todas as tratativas futuras com estes e dizendo que “caso o país volte ao desgoverno da esquerda não terá como manter os compromissos atuais”.

Além disso, na mensagem, Arthur disse que encaminhou a mesma mensagem para seus gerentes afim de “assustar os funcionários” e incentiva que os outros lojistas façam o mesmo.

Empresário já tem condenação na Paraíba pela mesma mensagem

O dono de das lojas de calçados – Havaianas, Schutz e Ana Capri – Arthur Vilhena Ferro foi condenado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PB) de praticar assédio eleitoral contra seus trabalhadores e trabalhadoras. Se descumprir a decisão judicial, terá de pagar multa de R$ 30 mil por trabalhador eventualmente prejudicado.

Leia mais
WebRadio_Site_Movel
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
CompreBem_Movel
Eduardo-Auto-Pecas
CX_Radio_Fixo
Copiadora-Miranda_Banner_B
Anuncie Aqui
Guedes-Motos
DN_Servicos_Fixo_2
OpticaEmporio
MercadinhoDeusProvera
MiniprecoFixo
App
HSHOT_500
CX_Radios_Fixo
Pizzaria_Hamburgueria_AguasMare
Cartão
Drogaria Betesta
Ediuny_Oliveira_Live
Show da Manha
RadiosNet_Fixo
Radios_Online_Fixo
Banner 87
JM-VARIEDADES
Radio_Box_Fixo