Guamare News

IRPF 2017: Receita cruza dados de declarações com redes sociais

Quem posar de “humilde” na declaração de Imposto de Renda, mas ostentar riqueza nas redes sociais pode ser chamado para esclarecer informações. A Receita Federal divulgou que usará perfis de Facebook, Instagram e Twitter, por exemplo, para embasar dados concedidos ao Leão. Se houver divergência, o contribuinte poderá cair na malha fina.

Conforme o Bom Dia Brasil, o cruzamento de informações já foi adotado na análise das declarações do ano passado. A Receita Federal disse que cerca de dois mil contribuintes foram flagrados pelo método em 2016. O monitoramento das declarações são realizados em uma sala de segurança máxima, por supercomputadores. Em caso de suspeita, o programa avisa e o auditor entra em ação para comprovar ou não a sonegação.

O coordenador geral de Fiscalização da Receita Federal, Flávio Vilela, informou, inclusive, que já houve caso em que um “laranja” foi descoberto pelos auditores. A declaração incluía patrimônio e uma empresa de R$ 100 milhões – riqueza que não chegava às redes sociais.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *