Guamare News

Em livro, Andressa Urach revela que cobrava R$ 15 mil por 2 horas de sexo

andressaurach2Uol – Na biografia “Morri para Viver” (Planeta), sobre sua trajetória de “fama, drogas e prostituição”, Andressa Urach, que diz ter sido uma das garotas de programa mais caras e desejadas do país, revela que cobrava R$ 15 mil por duas horas de sexo.

andressaurachTrechos do livro, que tem lançamento previsto para o final deste mês, foram obtidos pelo jornal britânico “Daily Mail”.

Em capítulos que descrevem detalhes de sua experiência no universo da prostituição de luxo, ela conta que esteve com “centenas, talvez milhares de homens” em seus 27 anos de vida.

“Ricos, pobres, maníacos, pervertidos, ladrões, pedófilos, sadomasoquistas. Protagonizei as cenas mais humilhantes
para qualquer ser humano. Eu encontrei satisfação em infligir e receber dor em atos sexuais. Estava obcecada com o prazer em ser submissa e joguei fora minha honra como um pedaço de lixo”, diz.

A apresentadora afirma ainda que já aceitou fazer parte de orgias só para ficar próxima de pessoas famosas, cantores, empresários e jogadores de futebol, e, assim, ter oportunidades na mídia. “Nada me impediu nos meus esforços de me tornar rica. Eu fiz tudo por fama e dinheiro.”

Andressa conta que fazia presença em casas noturnas e, caso encontrasse um cliente interessado em pagar para ter  sexo, o negócio era feito ali mesmo, com o gerente da boate.

“Tudo era autorizado por mim. Eu dava um sim ou não para cada proposta antes de fechar o negócio. Eu cobrava R$ 15 mil. Mas tinha uma regra rígida: jantar, fotos ou vídeos não eram permitidos. Eu ficava apenas duas horas dentro do quarto de hotel e o pagamento tinha de ser feito antes do ato sexual.”

O livro sobre a vida de Andressa, que foi de Miss Bumbum e garota de programa a evangélica depois de quase morrer por causa de uma infecção, é escrito por Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da Record, sua atual emissora.

Publicidadedeposito_paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *